Crítica | Os Defensores – 1ª Temporada

Quando Demolidor ganhou sua primeira série na Netflix, sendo a primeira dos heróis não era esperada uma grande explosão e que fãs fossem surgir. E então veio Jessica Jones, logo atrás Luke Cage e Punho de Ferro, já dando gancho óbvio pa

ra uma série onde teríamos a união dos quatro heróis formando Os Defensores, primeiro crossover na Netflix.

O grande problema quando se falava do surgimento da série era como unir personagens com jeitos e tons muito diferentes e que pudessem funcionar nas cenas não só de ação, mas aquelas onde existem apenas diálogos e que as pessoas que não assistiram às solos, possam conhecer um pouco mais. E ainda bem que eles conseguiram fazer isso, já que algo bom a série deveria ter, afinal acaba pecando em muitas outras coisas.

As consequências das histórias solos são muito claras na série dos Defensores, mas ainda deixa muitas aberturas onde nada é explicado para quem está assistindo. Vemos em oito episódios como também veio o surgimento da grande ameaça para a história; o Tentáculo. Sigourney Weaver consegue trazer algo verdadeiro e profundo para a personagem Alexandra, com seus dilemas de vida e que não torna ela só uma vilã qualquer.

Jessica Jones (Kristen Ritter) e Demolidor (Charlie Cox), funcionam muito bem juntos em cena, um com seu jeito perturbado com ocorridos passados e a outra com seu jeito sarcástico e de lobo solitário fajuta. E Cage e Punho que juntos dão um tom às vezes diferente, apresentando uma versão um pouco menos chata de Punho de Ferro, onde ele funciona muito melhor com o grupo do que em sua série solo – mas não deixando de ser um personagem que ainda não consigo gostar, usando sempre a frase; “Eu não sou a chave, eu sou a arma”, onde sentimos muita vontade de parar de assistir em alguns momentos.

defendersnetflix.jpg

Conseguimos enxergar o fanservice nas roupas de Elektra, que aparece com sua roupa original em alguns momentos, dando aquele gosto bacana para os fãs e também sendo uma das melhores personagens da série, tendo uma grande evolução, mas tenso um arco muito irritante com o Demolidor. Mas mostra muito bem quem na verdade é a real vilã após ser ressuscitada pela Tentáculo, para ir atrás de Danny.

Agora chegamos aos grandes problemas da série que são as cenas de luta. Demolidor e Danny são os que deveriam ter as cenas mais fodas ao lutar, mas parecem estar dançando e pisando no pé da namorada no meio do baile, dando até nervoso de assistir. E também de sempre ver Cage e Jones usando apenas sua força – já sabemos que eles não sabem lutar direito, mas poderiam tornar isso de uma forma que não fique tão ridícula certas vezes. E a Netflix ainda deixa as cenas em cor de Demolidor, sempre muito escuras onde é preciso aumentar o brilho da Tv em 100% para conseguir enxergar o que acontece nas cenas de forma mais nítida.

Os diálogos as vezes acabam sendo muito repetitivos, certas piadas, mas isso acaba não tendo tanto problema quanto as lutas. E também o real objetivo do Tentáculo, que parece não saber o que realmente quer fazer, se é; destruir a cidade de NY ou conseguir retornar para casa no templo; o que fica parecendo que cada membro tem um objetivo e não conseguem se conectar e fazer apenas uma coisa.

No final das contas Os Defensores acaba sendo um conjunto de acertos e erros da parceria Netflix/Marvel. Colocando personagens e atores muito bons juntos, mas dando um tom que talvez não seja do agrado de todos, e que acaba se distraindo um pouco do roteiro tendo seus furos, mas que se a Netflix prestar muita atenção nesses erros a segunda temporada pode acabar sendo um grande triunfo para a Marvel e o serviço de streaming.

Nota: 3,5/5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s